Moçambique, aí fui eu!

Itens obrigatórios: Passaporte e Cartão de Vacina Internacional

Como é diferente chegar aqui! Um bom gringo acha que vai chegar em uma savana com tribos, mas desembarquei em um aeroporto reformado e até bonito. Pra viajar bastou uma passagem comprada pela internet mesmo nos “voar.com” da vida, Passaporte e um Cartão de Vacina Internacional provando que eu havia tomado a vacina de Febre Amarela. Tomei a vacina em um posto do governo e com o comprovante marquei hora na ANVISA do aeroporto Internacional de Guarulhos em São Paulo, não sei como funciona em outros estados brasileiros mas no meu caso foi tranquilo e rápido, informe-se mais no site da ANVISA. Documentos em mãos: bem-vindo a Moçambique!

O processo de desembarque foi simples, não precisei de um visto antecipado, foi só chegar e solicitar o visto de turista que custou na época (22/04/2011) USD  66,00 (ATENÇÃO: aqui em Moçambique são aceitas somente notas de dolar produzidas após 2006) e é válido por um mês mas não dá direito a múltiplas entradas. Um pouquinho de fila, preenchimento de dados, e pronto, eu estava liberada para me aventurar em Moçambique.

O VISTO: Se eu quisesse, poderia ter solicitado o visto na Embaixada de Moçambique que fica em Brasília e dizem que é até melhor porque você tem várias opções de visto e consegue aqueles que dão direito a “múltiplas entradas”, logo se você precisar sair do país não vai ter que pagar o visto de novo. (ex: o safari no Kruger Park fica na África do Sul e é meio que um passeio obrigatório pra quem está aqui, já que fica 1h30 de carro de Maputo. Logo, você terá que passar a fronteira e na hora de voltar para Moçambique – se o seu visto não fornecer múltiplas entradas – você terá que pagar um novo visto de turista, ou seja, mais USD 66,00). É questão de pesquisar, planejar, ver os custos e optar pelo o que vale mais a pena.

São 23.049.621 habitantes espalhados em uma área de 799.380 km² dividida em 11 províncias (como se fossem os estados brasileiros): Niassa, Cabo Delgado, Nampula, Zambézia, Tete, Manica, Sofala, Inhambane, Gaza, Maputo (província), e eu moro na última, Maputo (cidade). (visite o Site Oficial do Governo de Moçambique)

Prédios antigos e alguns novos, avenidas grandes, bares, restaurantes, etc. Pra mim, Maputo tem cara de cidade-metrópole, mas com aquele ar de “centro velho”. Os portugueses foram embora depois da independência em 25 de Junho de 1975, e desde então parece que as construções não foram bem conservadas ou reformadas, o que é uma pena. Aqui é muito comum um edifício ter um elevador quebrado há 20 anos, e os moradores dificilmente se mobilizam para fazer obras em comum, o prédio é capenga, precisa subir 8 andares de escada mas o apartamento por dentro as vezes é lindo. Cada um pensa no seu. Janelas voam por estarem gastas, e é sério! Moisés que o diga… uma janela caiu em cima dele e isso gerou alguns pontos nas costas, fora a janela de uma das nossas amigas que já caiu umas duas vezes e outras histórias que ouvimos.

A moeda é o Metical, o traje típico é a capulana, a língua oficial é o Português, mas com certeza é muito deiferente do nosso, bem mais puxado para o de Portugal. Por escolha própria, tenho mudado bastante meu sotaque, tentando me adaptar e facilitar a minha comunicação com os moçambicanos. E, quem diria, o Inglês aqui é muito disseminado já que os países ao redor tem esta língua como oficial somado a quantidade de multinacionais e gringos. Aqui vejo carros que nunca vi na vida. Tem coisa fina mesmo! Rsrs… a maioria trazida do Japão. A culinária me ganhou: Matapa, Caril, Amêijoas… hum! As culturas aqui se misturam. Moçambicanos, portugueses, indianos, libaneses, brasileiros, etc, tudo isso se junta e eu acho o máximo! Muçulmanos, hindus, evangélicos, católicos, religiões africanas, etc, é uma grande miscigenação. Mas tudo isso vou explicar em outros posts, pois os assuntos merecem!

Hoyo hoyo a Moçambique! (hoyo hoyo: bem-vindo em Xangana, dialeto moçambicano)


 Sâmela Silva, direto de Maputo, Moçambique.

Post de boas-vindas | Todos os posts | Perfil | Blog Pessoal | FacebookTwitter

7 responses to this post.

  1. Posted by Flavia Menegatto on 22/12/2011 at 4:45 PM

    Uau, Sam!!
    Deu ate vontade de visitar!

    Já coloquei Maputo (e o Krueger Park) na lista de lugares pra visitar nessa vida ainda!
    Adorei!

    saudades!!

    bjão

    Resposta

    • Posted by Sâmela Silva on 24/02/2012 at 10:38 AM

      Heheheheh estamos te esperando então! Ainda mais vc q gosta de bichinhos! Vc vai ficar doidinha no Kruger! Saudades tbm!

      Resposta

  2. janelas voadoras?!?!?! viiixxxiiiii………..

    Resposta

  3. Posted by Dário Dias on 15/09/2012 at 7:43 AM

    Gostei muito da tua abordagem sobre a minha terra.Parabens

    Resposta

  4. Posted by Higino francisco on 31/08/2013 at 7:28 AM

    ver Mocambique e a coisa mais linda qui existi

    Resposta

  5. Posted by Ismael Manuel on 21/10/2014 at 10:21 AM

    Gostei muito deste panorama, mas nao se esquecam de visitar as belissimas praias ao longo da costa mocambicana. Obrigado.

    Ismael Manuel

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: