Os X Jogos Africanos de 2011 foram em Maputo, e eu estive lá!

Uma das experiências mais incríveis até agora foi poder acompanhar os Jogos Africanos de pertinho. Trazendo para o cenário brasileiro, é como se fosse o Pan-Americano. A décima edição dos jogos aconteceu aqui em Maputo, os resultados são oficias e valem para eventos como as Olimpíadas. Muitos ginásios ficavam pertinho da nossa casa, tivemos a oportunidade de assistir Vôlei, Basquete, Vela e Boxe. Se quisésssemos poderíamos ter visto muitas outras modalidades, mas como as competições coincidiam, tivemos que escolher. Diferente do Brasil, a paixão nacional parece ser o basquete, que aqui eles pronunciam “básket”, lembrando o inglês. O futebol só faz sucesso quando se trata de campeonatos europeus. Os Mambas, como é chamada a seleção moçambicana de futebol masculino, são coadjuvantes perto das estrelas do basquete, tanto feminino quanto masculino.

A grande esperança de medalha era o basquete feminino, e quando fui ver um jogo delas, vi o que é torcer em Moçambique. Eles torcem mesmo! Ginásio lotado, meninas jogando muito, e a gente torcendo junto com o povo moçambicano.  Infelizmente, as meninas decepcionaram (dizem que estavam fora de forma e muitas haviam acabado de ser mães) e ficaram com o quarto lugar, mas valeu muito a pena ter ido aos jogos para vê-las. Só faltou uma melhor organização. Presenciamos até uma cena triste, onde dois homens rolaram arquibancada abaixo. Ficamos tão apertados que eu disse logo no início do jogo para o Moisés: “Vai dar merda”. Dito e feito, vi um homem rolar e pedi para o Moisés filmar, foi aí que um segundo homem rolou e flagramos. Graças a Deus, ninguém se machucou.

Quem surpreendeu foi o basquete masculino, chegaram na final! Fui nos dois últimos jogos e foi uma aventura! Para assistir a final, fiquei duas horas na fila embaixo de um sol terrível, mas consegui meus ingressos! :) Cheguei com umas 6h horas de antecedência, pois o pavilhão ía lotar. Moisés, que teve que trabalhar no dia do jogo, chegou 2h horas antes de começar e não conseguiu entrar, teve que assistir pela TV. Eu posso dizer que estive lá e sozinha! Como eu gritei e torci! Os meninos ficaram com a medalha de prata mas foi uma partida disputadíssima onde a experiência da seleção nigeriana falou mais alto.

Seleção moçambicana de basquete masculino comemorando uma de suas vitórias.

O mais legal foi que aqui, sempre que estávamos na arquibancada, ficávamos perto das delegações de outros países. Como o evento não tem uma proporção tão grande, conseguimos ficar próximos de tudo e um dia até vimos um pouco do treinamento da seleção feminina de basquete moçambicana. Quando que eu conseguiria ter livre acesso a tudo isso? Mas isso também tem um lado ruim, estava facinho para alguém fazer um atentado ou coisa assim. Ninguém era revistado, não havia detector de metais, vendiam mais ingressos do que os ginásios comportavam, além de serem muito baratos, as vezes até gratuitos… imagine.

Uma coisa bizarra foi quando notei que alguns dos ingressos eram reaproveitados. Eles faziam referência a um campeonato de basquete de 2006. Bom pelo lado da reciclagem, mas acho que poderiam ter feito algo mais bonitinho e atualizado, né?

Seleção moçambicana de vôlei masculino nos X Jogos Africanos de Mpauto, em 2011.

A competição dos ciclistas foi mais bizarra ainda, simplesmente fecharam as principais avenidas de Maputo sem um aviso prévio decente e tudo virou um caos. Pessoas ficaram presas em trajetos feitos normalmente em 15 minutos, por mais de 3 horas. Sentimos também que falta apoio ao esporte (que aqui eles chamam de “desporto”). Algumas das equipes moçambicanas, principalmente a de vôlei masculino que vimos pessoalmente, não estavam entrosadas mostrando que os times foram formados as pressas, só pra não passar em branco. Uma pena.

No mais, foi uma experiência incrível! Até o boxe foi legal apesar de eu não gostar de modalidades de luta. Eu, que nunca gostei de basquete, passei a adorar. Então, se tiver a oportunidade de ver um jogo de basquete femino ou masculino aqui, vá! Deixe de ser um gringo chato e se misture! Foi bom d+! (veja aqui o quadro de medalhas)

Pronta pra final do Basquete Masculino: Moçambique x Nigéria nos X Jogos Africanos de Maputo, em 2011!


 Sâmela Silva, direto de Maputo, Moçambique.

Post de boas-vindas | Todos os posts | Perfil | Blog Pessoal | FacebookTwitter

2 responses to this post.

  1. poxa, q pena q ai eh td tao desorganizado…… me deu ateh claustrofobia só de ver o video da arquibancada… e desculpa… eu ri do cara rolando kkkkkkkkk
    mas uma coisa q axei legal foi o baixo custo dos ingressos, aki nunca fui atras de comprar, mas axo q qualquer partida de volei deve ser cara….

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: