As dez mais!

Eu adoro listas! Por isso, como eu tinha prometido, hoje vou falar das coisas que eu mais gosto aqui na terra de Gardel. Com vocês: o ranking das dez melhores atrações de Buenos Aires segundo a Fernanda.

O tango:  Declarado Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO em 2009, o tango é sinônimo da Argentina (embora também seja tradicional no Uruguai). Em qualquer lugar que estejamos é possível escutar o som de algum bandoneón ou ver os casais bailando nas ruas, com o chapeuzinho ao lado para receber uns trocados. A partir dos anos 90, o tango voltou a atrair as novas gerações e é um dos principais motores da economia portenha.

Adoro as músicas, principalmente as de Astor Piazzolla, que revolucinou o tango nos anos 60 e não perco minhas aulas da dança por nada neste mundo.

Paixão ao ritmo 2 X 4

O futebol: Perdão pela heresia, mas eu adoro o futebol argentino. Assisto muitos jogos (até de segunda divisão) que são transmitidos pela televisão, conheço as escalações dos times, vejo programas do tipo mesa redonda e até participo de um jogo virtual, o GranDT, que é baseado no campeonato local. Como não poderia ser diferente, sou torcedora do Boca Juniors.

Meus jogadores favoritos são o Gabriel Batistuta, que já se aposentou e hoje joga polo, o Juan Roman Riquelme (capitão do meu querido Boca) e o Lionel Messi, claro.

Domingo é dia de jogo

O castellano rioplatense: Dizem que os argentinos preferem dizer que falam castelhano, por uma questão cultural de raiz ideológica, já que o termo espanhol remete a um passado histórico que provoca rejeição. A variação que usam é chamada castelhano rioplatense, que se estende por toda a zona do Rio de la Plata (Província de Buenos Aires e Santa Fé e, com algumas diferenças, Uruguai).

A principal diferença com o resto da América Latina é que usam vos no lugar de tu (mudando também o tempo verbal que acompanha o pronome), o uso frequente do modo imperativo e a pronúncia de algumas letras (como o LL que se lê como J). Na minha opinião, é a maneira mais linda de falar o idioma.

Primavera em Buenos Aires

Os jacarandás: Buenos Aires é bem arborizada. Há muitas áreas verdes na cidade, que no verão se transformam em verdadeiras praias portenhas, onde todo mundo vai para tomar sol, conversar e tomar mates com os amigos.

De todas as árvores que formam parte da paisagem da Capital Federal, as mais lindas são os jacarandás, que na primavera (principalmente em novembro)  se enchem de florzinhas que alegram a cidade. E quando as flores caem, o chão fica parecendo um enorme tapete lilás. Em fevereiro voltam a florir, mas aí com menor intensidade.

Existem cerca de 11.000 jacarandás na cidade, com maior concentração nos bairros de Palermo, Caballito e Flores. Uma beleza que faz bem aos olhos e aos corações.

Jacarandás em Buenos Aires

Jacarandás em Buenos Aires

Palermo: É o maior bairro de Buenos Aires e uma das principais zonas turísticas da capital. Foi dividido informalmente em diversos setores, mais ou menos de acordo com as características de cada zona: Palermo Chico (a zona nobre), Palermo Soho (com ateliês de artistas e lojas de design), Palermo Hollywood (concentra várias produtoras de cine e TV) e Palermo Viejo (a zona mais antiga e tradicional).

É um bairro muito agradável para passear durante o dia e muito agitado para badalar à noite. Perfeito!

Impossíveis de resistir

As guloseimas: Na minha opinião, a comida brasileira é muito mais gostosa que a comida argentina (com exceção da carne e dos derivados de leite).

Mas fica mais difícil decidir quem sai campeão quando o quesito são as guloseimas. Uma coisa é certa: o doce de leite é matéria-prima para 99,99% dos doces argentinos, das mais diversas formas. Chocotortas, helados (sorvetes), medialunas e os sempre presentes alfajores, fazem da minha vida uma eterna luta contra a balança.

As ruas de paralelepípedos: Muitos bairros, como Palermo, Colegiales e San Telmo, ainda conservam ruas com paralelepípedos (que aqui são chamados adoquines). Atualmente cerca de 15% das ruas da capital são desse material, o que contribui para manter a identidade dos bairros, além de dar um charme extra pelo ar retrô, de cidade do interior, aos lugares onde ainda estão presentes.

O poder público às vezes desliza, quando tem que reformar uma rua dessas e coloca remendos de pavimento, ou o que é pior, vai e asfalta de uma vez, mas há diversas associações de bairros que lutam pela preservação das características originais de cada lugar.

Plaza Dorrego en San Telmo – Esquina das ruas Defensa e Humberto I

Os cafés: Há praticamente um café em cada esquina de Buenos Aires. Muitos deles, como o Tortoni, são famosos e conhecidos como Bares o Cafes Notables. Tradicionais ou moderninhos, servem de ponto de encontro e são lugares excelentes para ler o jornal, estudar, jogar conversa fora. Isso sim, às vezes há que ter muita paciência com os garçons, que geralmente não incomodam os clientes, mas sempre olham para o lado oposto quando a gente precisa deles.

As distâncias: Eu, que estava acostumada a cruzar a cidade de São Paulo todo santo dia para estudar e trabalhar e gastava nada menos que três horas diariamente nesse trajeto, agora tenho a impressão de que tudo fica perto em Buenos Aires.

A maioria dos lugares que vou ficam a meia hora de casa, e o metrô faz com que as viagens sejam rápidas, uma beleza. Tá certo que o metrô é uma sauna no verão, a cidade é grande e também existe trânsito caótico aqui, mas nessa questão a minha qualidade de vida deu um salto extraordinário.

A oferta cultural: E finalmente vou terminando a minha listinha com um dos principais trunfos de Buenos Aires. A capital federal concentra 38% da população argentina, e como não poderia ser diferente, concentra também quase toda a produção artística e cultural do país.

Há muita oferta para todos os gostos e todos os bolsos: são teatros, cinemas, milongas, museus, bares, monumentos e patrimônios históricos, a cidade respira cultura.  Além disso, possui uma enorme diversidade humana, fruto da imigração no passado e no presente, e todas as coletividades contribuem para que esse caldeirão de influências esteja sempre fervendo.

Museu de Arte Latinoamericana de Buenos Aires (Malba)

Nossa, me entusiasmei em escrever hoje!! Mas eu quero saber a opinião de vocês também: o que vocês mais gostaram da minha pequena lista?

Por Fernanda Galli.


About these ads

12 responses to this post.

  1. Posted by Sâmela Silva on 11/02/2012 at 4:48 AM

    Nossa, eu fechei os olhos e toda minha viagem praí passou na minha cabeça! Eu lembro de tudo isso q vc falou! :) Quero voltar aí pra ficar mais tempo! Adorei o post!

    Resposta

    • Obrigada Sâmela! Eu sou apaixonada por Buenos Aires, é realmente muito lindo passear por aqui. Só depois que eu publiquei o post ontem, acabei lembrando de uma coisa que eu amo e que deveria ter entrado pra listinha: o vinho argentino! Vou ter que dedicar um post inteiro a isso pra reparar esta injustiça, rsrsrs. Beijocas!

      Resposta

  2. Dia 7 de março próximo estarei indo a Buenos Aires pela primeira vez.Estou anotando todas as dicas possíveis inclusive as suas!Vai ser um sonho irei com meu maridão e vamos ter uma lua demel.rsrsrsbjos e até Buenos Aires

    Resposta

    • Opa! Venha sim….vcs vão adorar. Nos meus próximos posts vou dar umas dicas pra quem gosta de andar de bicicleta, e também algumas informações úteis para turistas. Beijos!

      Resposta

  3. Posted by Jane on 12/02/2012 at 2:36 AM

    A oferta cultural é algo incrível.. amuuuuuuuuuuuuu…
    Teatros, cines artes, museus… tem uma enorme diversificação e quantidade…
    Parabéns, mt bom o seu texto!

    Resposta

    • Muito obrigada, Jane. Sábado que vem vai ter milonga na Boca com show grátis da Adriana Varela, uma das melhores cantoras de tango. Essa não vou perder! Beijos.

      Resposta

  4. Posted by Nat Fox on 13/02/2012 at 2:38 PM

    gorda como sou, eh claro q gostei mais das guloseimas kkkkkkk ainda mais qnd li a frase magica: ‘o doce de leite é matéria-prima para 99,99% dos doces argentinos, das mais diversas formas’.

    Resposta

  5. Pelo visto o seu blog, e novinho, o meu tb, Vou acompanhar de pertinho
    beijao

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: