Green Card – A Novela!

Primeiramente, peço desculpas aos leitores do blog pela ausência, mas foi por uma boa causa e vou contar para vocês um pouco sobre a minha novela: Green Card (visto de residência permanente)!

Como alguns já sabem, eu e o Jon (americano) nos casamos em Julho de 2011, meu visto de turista ía vencer e eu ía ter que voltar para o Brasil, pois não queria ficar aqui nos Estados Unidos ilegalmente. Então, o fofo do meu hoje marido, me pediu em noivado dia 09 de Julho e nos casamos em 22 de Julho, pois segundo ele, se eu fosse para o Brasil eu não voltaria mais! Simmmmmm… imaginem a correria que foi! Aqui nos EUA, para casar, primeiramente você precisa de uma autorização do Town Hall (tipo uma prefeitura) da cidade onde você reside.

Assim que a autorização é dada, você já pode marcar o casamento! Marcamos o casamento para o dia 22 de Julho, uma semana depois que recebemos a autorização. Graças a minha sogra, tivemos uma recepção num restaurante para a família e amigos. E o casamento foi somente no cartório, no dia mais quente em 54 anos aqui em Nova York!

Casamento Jon e Yuri

Uma semana depois do casamento, encontramos com uma advogada de imigração que nos deu todas as informações sobre como obter o Green Card. E ela já tinha alertado que o processo poderia durar até 8 meses, então para avisar minha família que talvez não estaria no Brasil para o Natal. :(

O primeiro passo para começar o processo, é fazer um exame de saúde obrigatório. Tive que tomar uma vacina para whopping cough (coqueluche) e fazer o teste de tuberculose. E claro, passar pelo médico que anotou todo o meu histórico de problemas de saúde na família. Em uma semana tive que voltar lá para pegar o resultado, estava tudo certo, o médico entrega os resultados numa carta selada (não pode abrir de jeito nenhum!) e uma cópia. Chegando em casa, para a “NOSSA ALEGRIA“, o médico tinha escrito o meu sobrenome errado! Tive que voltar lá para ele corrigir, e levou mais uns 4 dias para ele entregar.

Depois de preenchido os formulários e ter todos os documentos em mãos, enviamos tudo para a advogada que deu início ao processo.

Em Outubro, recebi uma carta da imigração para coletar as minhas impressões digitais. Fui até o prédio da imigração em Port Chester, uma cidade cheia de brasileiros aqui em NY, e o atendimento foi super rápido e para minha surpresa, a moça que coletou minhas digitais e informações, era brasileira! Isso facilitou e muito, pois ela me deu várias dicas e nada como ter um brasileiro a seu favor ! :)

Em 27 de Dezembro, recebi a minha permissão de trabalho! Fiquei muito feliz, pois era o meu primeiro documento aqui nos EUA! A pergunta é. E aí você começou a trabalhar? A resposta: Não! HAHA

No final de Fevereiro, recebi a cartinha tão esperada: Agendamento da entrevista do Green Card! A data: 15 de Março.

Na verdade, não precisamos nos preparar tanto, pois praticamente sabemos tudo um do outro, a única coisa que tive que fazer foi um álbum com todas as nossas fotos, para provar que somos casados por amor e não pelo Green Card. ;)

A entrevista foi em Manhattan, a advogada nos acompanhou e alertou que poderia ser uma longa entrevista, longa espera… e então, fomos chamados em menos de 15 minutos! O entrevistador era um Indiano que a princípio pareceu bem sério e malvado, mas depois da primeira pergunta para o Jonathan, de como nos conhecemos, começou a ficar mais “amigável”. Até fez algumas piadinhas! A entrevista não durou mais do que 5 minutos, e no final ele me deu parabéns e disse que meu Green Card tinha sido aprovado! Ele até carimbou meu passaporte com um Green Card temporário falando que eu podia ter uma segunda lua de mel e viajar para fora do país naquela noite mesmo. Mal sabe ele que não tivemos nem a primeira lua de mel! Rs…

O entrevistador explicou que o cartão é válido por dois anos, e antes de completar estes dois anos, preciso revalidar o cartão para não perder a residência permanente. Assim que completar 3 anos de Green Card, quem é casado com cidadão americano (meu caso) já pode aplicar para a cidadania americana.

Modelo - Green card

Em exatamente uma semana, o Green Card chegou aqui em casa, e imediatamente comprei minha passagem para o Brasil. Estou chegando no final de Abril, sou a ansiedade em pessoa, morro de saudades da minha família, minha cachorra e meus amigos!

Algumas dicas para aqueles/as que estão passando por isso também:

 - Paciência. Muita paciência, pois o processo é lento e o meu, por exemplo, durou exatamente 7 meses;

- Se tiver dinheiro, contrate um advogado. É um pouco caro mas vale a pena, pois ele vai fazer todo o processo e se responsabilizar se algum formulário for preenchido errado e vai fazer cópias de todos os documentos, assim, no dia da entrevista você não precisa se preocupar com que documentos levar, apenas os originais;

- Assim que casar, abra uma conta conjunta, faça cartão de crédito conjunto, mude algumas contas da casa para seu nome, faça uma assinatura de revista em seu nome, enfim, algumas provas que vocês moram juntos mesmo;

- Fotos e mais fotos, muitas fotos do casal com amigos, com a sua família, com a família do parceiro…;

- Junto com o primeiro formulário de preenchimento, peça a autorização de trabalho e a autorização para deixar o país, pois durante todo o processo você não pode viajar para fora dos EUA;

- No dia da entrevista, muita calma e responda somente o que o entrevistador perguntar. Faça contato visual o tempo todo;

- Para os curiosos sobre o que ele nos perguntou: Como nos conhecemos, o que ele viu em mim que fez com que ele se casasse comigo e não com outra pessoa, mesma pergunta para mim, e se em 5 anos, eu vejo que vamos ter algum problema por choque cultural do meu país com os EUA.

- Assim que o entrevistador começar a te perguntar se você veio pra cá pra roubar, matar, se prostituir, respire fundo e comemore, pois a entrevista tá acabando!

- BOA SORTE! :D


Patricia Yuri, direto de Nova York, E.U.A.

Post de boas-vindasTodos os posts | Perfil | Facebook

About these ads

23 responses to this post.

  1. Apesar de acreditar que todo este processo deve ter sido estressante, você contou de uma forma muito divertida! Kkkkkkk sério q perguntaram se você ía matar, roubar, etc? Rs… Brincadeiras a parte, parabéns pela conquista, agora é só alegria! :)

    Responder

    • Hahahaha pois é Sâ, no final ele me pediu desculpas e falou que tinha que fazer umas perguntas que talvez iam me ofender mas era trabalho dele: você veio para matar? roubar? se prostituir? traficar drogas? ajudar a trazer estrangeiros de forma ilegal? hehehe :D Bom, vc sabe como foi estressante esse processo neh?! Todas as vezes q falamos pelo Skype e eu me lamentando… haha! Obrigada por tudo! :D

      Responder

  2. Que jóia que deu tudo certo e que você conseguiu seu visto! Imagino como deve ter sido angustiante todo o processo, mas no final valeu a pena! Eu faria igual a você: imediatamente compraria as passagens para o Brasil. Agora, aproveite muito suas férias!!!!
    Bjos!

    Responder

    • Pois é Maíra, chegou o momento tão esperado – ir pra pátria amada salve salve ver minha familia e amigos que sinto tantas saudades! Com certeza voltarei pra cá renovada e menos estressada! :D Obrigada por tudo! :D

      Responder

  3. Olá Patricia…achei seu post no Google e por sinal nota 10! Olha eu e meu esposo (americano) estamos juntos a 6 anos sendo que 3 anos casados(nos casamos no Brasil só no cartório) ele tem inclusive o RNE, só que agora decidimos morar aqui em San Fran por razões de trabalho (temos uma start up baseada aqui) e por ter ambiente melhor para começar uma familia (filhos).

    Eu consegui meu visto turista pros EUA em 2011 e minha primeira vez aqui foi este ano 2012 inclusive conhecendo pessoalmente os familiares e tudo mais. Bem encurtando a historia, pretendo voltar ao Brasil ainda este ano e retornar em 2013 para começar o processo do Green Card…vc acha que terá algum problema por termos nos casado no Brasil? outra questão meu inglês precisa ser fluente? pq só falo com meu esposo em português, não tenho problemas em entender o inglês, mas escorrego quando é pra falar….kkkk

    Não sei se vamos contratar um advogado, mas já estou me familiarizando sobre o assunto pra num ter erro! ;)

    Alguma dica extra?!

    Bj*

    Obrigado!

    Responder

  4. Olá Mariana, primeiramente, muito obrigada pelo comentário e por acessar o blog! Não sou “expert” no assunto Green Card, mas acredito que para ficar mais fácil para vc conseguir, o ideal é casar aqui nos EUA também, que é muito fácil. Vá até o TownHall/TownClerk da cidade em que você mora, peguem o marriage license, assim que sair, vocês casam, é super simples como no Brasil, cartório e nada mais. Depois disso, reúnam a papelada para dar entrada no Green Card. Depois que vc der entrada no Greencard, vc nao poderá sair do país, então serão em média 8 meses sem poder ir pro Brasil ou qualquer outro país! Nós fizemos tudo com uma advogada, e eu super recomendo fazer com advogado, pois eles reunem toda a papelada pra vocês e organizam tudo! Nao precisa ser fluente em ingles para a entrevista, tanto que eles falam que você pode levar um tradutor/intérprete caso não fale inglês. Caso tenha outras dúvidas, pode me mandar um email! Boa Sorte! :)

    Responder

    • Posted by msenaw on 02/07/2012 at 7:25 PM

      Obrigada! sua dicas foram preciosas…pretendo fazer isso próximo ano! Vou postar aqui para vc o resultado e como foi o meu processo… ;)

      Beijo! Até mais…

      Responder

  5. Posted by Suzi Rocha on 05/07/2012 at 6:30 AM

    Ola Patricia, lendo seu post, a sua história é um pouco parecida c a minha,rsrsr,,,.E as vezes eu me pergunto, tbem..pq casar c um estrangeiro? Um brasileiro n seria mais fácil, mas coracäo é terra onde só Deus vai,näo é..entäo, o amor é isso ai, n escolhe, cor,religiao,pais etc..o importante é ser feliz. Eu sou casada c um alemäo, moro em Berlin, qdo fui casar tbem foi um stress, medo,ansiedade, uma loucura. Estava na Alemanha como turista e dpois c visto d estudante, mas p casar ak, eu teria q voltar ao Brasil trocar o visto e pegar um d noiva, enfim.era muito rolé, ai resolvemos casar na Dinamarca, sem mto stress..casamos, registrei na Alemanha, assino o nome do meu marido, tdo certinho..Mas qdo fui pegar meu visto de uniao familiar, a bomba..eu tinha q apresentar uma prova d niveau A1 d conhecimentos de alemäo, meu Deus…to onde, estudei apenas 3 meses, imaginei um bicho d 7 cabecas, mas enfim..estudei 1 mes em casa, decorei, li, fiquei louca, afinal..p eu trocar o visto, dependia dessa prova, pode parecer loucura, mas é a Lei..enfim, fui lá e fiz a prova, otima nota..86, precisava apenas de 65 pontos, ufaaa….levei o certificado p prefeitura e tdo resolvido, troquei meu visto e depois foi so respirar aliviado e a sensacao de dever cumprido, diante das leis.. Mas n acabou, agora faz 3 anos e p eu pedir minha cidadania tenho q estudar sobre politica, aff..logo eu q n curto nem a politica do Brasil, uma mentirada sem fim..mas vamos lá, estudar 300 perguntas p ter essa tal de cidadania..Mas acho legal, to feliz aqui, é um desafio e o importante é n ficar estressada e levar tudo na esportiva..
    Bjss!!

    Responder

  6. Posted by Nat Fox on 23/07/2012 at 6:04 PM

    post mto divertido e mto util!!
    Mas poxa, cade o post falando como foi voltar ao Brasil?!? :P

    Responder

  7. Posted by Sara on 25/08/2012 at 7:14 PM

    Patricia, td bem? Olha so, quais foram os documentos que vc precisou para tirar o marriage licence em NY??? Bjs

    Responder

  8. Posted by carlos on 17/09/2012 at 7:29 PM

    vc teria email para entrar en contato fiquei com alguma duvidas

    Responder

  9. patricia , eu gostaria de seu email , estou passando pela mesma situação

    Responder

  10. Posted by Filipe Marques on 20/01/2013 at 11:46 PM

    Ola, Patricia. Muito bom o seu blog. Me surpreendi com sua historia. Quer dizer que eu posso ir aos EUA com o visto de visitante, casar la, dar entrada no Green Card sem precisar voltar? Pensei que eles poderiam negar o GC por acharem que vc mentiu, dizendo que naum tinha intencao de ficar, quando tirou o Visitors Visa (mentiu na concepcao deles). Minhas duvidas sao,

    para que eu fique esperando nos EUA, minha esposa precisa comprovar uma renda x (o chamado Avidavit of Support)?

    Depois que meu Green Card sair, preciso necessariamente voltar ou Brasil?

    Posso trabalhar enquanto espero o GC? Desde, muitissimo agradecido.

    Responder

    • Olá, muito obrigada pelo comentário e elogio. Para esclarecer, eu sempre tive o visto de turista, pois vim para os Estados Unidos inúmeras vezes antes mesmo de conhecer meu marido. Em nenhum momento pensei que iria vir, ficar e muito menos casar, portanto não menti nos formulários para o visto, que tirei em 2005. Durante o processo do Green Card você não pode deixar o país a não ser que peça em um formulário a parte uma permissão. Sim, sua esposa precisa comprovar rendimento aqui nos EUA, e não, você não pode trabalhar legalmente durante o processo. Boa sorte! Abraço!

      Responder

  11. Posted by Natalia on 12/06/2013 at 3:35 AM

    Olá Patricia. Gostaria de te perguntar, voçê se casou sob o visto de turista ? Depois de quanto tempo ?
    No momento estou aqui nos EUA há 3 semanas, posso ficar ate novembro, no momento estou na casa do meu noivo aqui e tenho o visto B2.
    Primeiramente consultamos uma advogada de imigração que me disse que o visto de noiva K1 é muito demorado, e uma vez que já estou aqui eu poderia casar com meu noivo, porém mostrando que há principio quando vim para cá eu não tinha intenção alguma de casar e ficar aqui.
    Sinceramente eu penso todos os dias, eu não sei o que fazer.

    Responder

  12. Posted by Yana on 23/07/2013 at 2:43 PM

    Olá! Que legal sua história! Mas queria saber uma coisa: por que não conseguiu trabalhar depois que a permissão de trabalho saiu?

    Responder

    • Olá, muito obrigada pelo elogio e comentário. Não trabalhei porque não procurei trabalho depois que consegui a permissão, e ainda não me sentia segura para trabalhar na minha área que é Relações Públicas, comunicação corportativa. Abraço!

      Responder

  13. Posted by Gleid Lago on 18/08/2013 at 7:49 PM

    Ola tudo bem… gostei muito do seu post.
    Parabéns!!!!
    Tenho uma pergunta se puder me ajudar
    No formulario I-131 tem uma parte que pergunta quando voce quer viajar e explicar o motivo da viagem, você deixou em branco o motivo?

    Responder

    • Ola, muito obrigada pelo comentário! Para ser sincera não lembro o que escrevi, pois minha advogada que me ajudou a preencher todos os formularios do processo. Desculpe não poder ajudar. Abraço e boa sorte!

      Responder

  14. Posted by Thelma L. on 07/01/2014 at 11:52 AM

    Oi Patricia td bem?
    Cheguei a esse blog pelo google e achei seus posts bem legais e esclarecedores.
    Gostaria de contar um pouco sobre minha vida pra vc e pedir umas dicas sobre Estados Unidos.
    Por onde entro em contato???
    Grata, abraços, Thelma

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: