Posts Tagged ‘Transporte Público na Nova Zelândia’

1° Passo – Reconhecimento de área

A primeira coisa a fazer quando se chega a um país, como todo bom novato na área, é pegar os milhares de papéis que o aeroporto disponibiliza. Em Auckland, esta tarefa é ainda mais divertida, pois existe um ponto de informações turísticas no saguão. Cheguei em minha Home Stay com milhares de panfletos, em inglês é claro, e sem entender muito bem onde era cada coisa. Mas como chegar aos principais pontos?

Neste post pretendo “mapear” alguns tipos de transporte, facilitando assim a locomoção dos próximos jardineiros na Nova Zelândia.

Vamos lá?

Transporte Público

Pesquisei muito sobre isto e acredito que, como em qualquer lugar do mundo (as outras jardineiras me corrijam por favor se eu estiver errada), podemos dividir em 2 grupos: Os das cidades grandes como Auckland, Wellington e Christchurch e as demais cidadezinhas de NZ. O país como um todo possui uma vasta linha de ônibus, trens, ferry (barcos) e metrôs. Porém, como dito no post anterior, por aqui as coisas são caras! Devido a pequena quantidade de usuários este meio de transporte é considerado “antieconômico”. Em cada 10 “kiwis“, 11 tem carro, e carro na Nova Zelândia (para um morador) é tão vital quanto o ar que se respira.

Transporte público em Auckland: Posso dizer com segurança que o transporte por aqui funciona (até as 23h, mas funciona!). Os ônibus são extremamente limpos, pontuais, com motoristas educadíssimo e dispostos a te ajudar se estiver com qualquer dúvida. Ande sempre com sua “time table” (mapas de ônibus, ferry, etc.) na bolsa – isto te ajudará com os horários e valores.

AH SIM, importante: aqui você paga por trecho. Quando subir em um ônibus o motorista lhe perguntará para onde vai e lhe passará o valor. Assim que possível compre um HOP (cartão para ônibus) no Britomart ou em qualquer outro lugar autorizado.

Mas, quem é este tal de Britomart? É a principal estação da cidade, por isto guarde este nome. É muito utilizado por aqui.

Britomart

Para os noitadas de sexta e sábado, a cidade oferece alguns ônibus durante a madrugada, mas que não percorrem toda a cidade.

Ferry de Auckland

O ferry (semelhante a uma balsa) é utilizado para atravessar da cidade para as demais ilhas (Waikiki, Devonport…). Vejo muitas pessoas utilizando este serviço todos os dias mas como só utilizei no final de semana, foi super válido. (clique aqui para mais informções)

Dica: Considere a opção de uma boa caminhada.

Ônibus entre cidades

São utilizados entre as principais cidades da Ilha do Norte e do Sul, e os passes econômicos são “bem- vindos” – estudantes têm 20% de desconto e mochileiros 15%.

Este tipo de transporte te dá direito a descer em alguma cidade pelo caminho, e no dia seguinte continuar a jornada. Mas, não se esqueça de reservar o próximo trecho!

Os ônibus funcionam mais ou menos como avião, e possuem assentos limitados. A Intercity Coachlines é o principal operador de ônibus interurbano na Nova Zelândia.

“Transportes alternativos”

Bicicletas, skates e patinites são utilizados pelos Kiwis desde crianças. Adultos de todas as idades também usam estes diferentes meios de locomoção (sim, eles usam patinetes)  para ir as compras e ao trabalho quando a distância não é muito grande.

Trens

Na Ilha Norte existe apenas uma linha (Auckland à Wellington) chamada Overlander. Esta linha não é considerada turística, é utilizada apenas para a simples locomoção.

Já na Ilha Sul existem várias opções – trem de Picton a Christchurch (Tranz Coastal), cuja viagem é feita beira mar, com visual belíssimo, e Christchurch a Greymounth (atravessando os Alpes) – TranzAlpine. Essa viagem é considerada uma das mais belas do mundo. Vale a viagem!

Se for fazer alguma viagem  rápida no final de semana, sem dúvida, alugue um carro. Além de mais confortável, é mais barato.

Lugares para utilizar estas dicas não faltarão. Tem muito o que fazer neste país, e principalmente nesta cidade! Veja o vídeo promocional da cidade de Auckland, com os principais pontos turísticos:

Como diriam os nativos, “See you”!

A participação da Mari no blog foi encerrada, mas fiquem à vontade para entrar em contato com ela!

 

Mari Souza, direto de Auckland, Nova Zelândia.

Post de boas-vindas | Todos os posts | Perfil | Facebook